agora 3761 online
Super Speedway - O Site dos Amantes da Velocidade
» Home

 
» Destaques 
» Só Notícias 
» Notícias + Lidas 

» O Fim de Semana
» Próxima  Semana

Siga-nos no Twitter Siga-nos no Twitter

» Categorias 
Todas categorias
DTM
Fórmula 1
Fórmula 2
Fórmula 3
Fórmula E
GP Macau
IndyCar
Motos
Nascar
Rali
•• WRC
•• Dakar
Stock Car


» Seções 
Agenda
A Semana
Brasil no Exterior
Todas categorias
Ayrton Senna
Calendário
Curiosidades
Fórmulas 3
F-1 x Indy
F-1: Mundiais
Indianápolis
Mestres da F-1
Vitórias na F-1
Os Campeões
Rank de Pilotos

 
Faça parte da
família, basta
nos seguir
no Twitter


Siga-nos no Twitter


» Destaques 

Horários da F-1
Os Títulos de Rossi
Le Mans: História
Dakar: Entenda
Nascar: Chase

» Históricos 

Rali Dakar
DTM
Fórmula 1
Fórmula 2
IndyCar
Indy Pro
Motovelocidade
Nascar
Stock Car
WRC




Curiosidades



  Curiosidades da Fórmula 1

     O único GP da Fórmula 1 a acabar apenas com o vencedor na mesma volta, foi o GP de San Marino de 1985, quando Boutsen, Tambay e Lauda terminaram 1 volta atrás, por falta de combustível em seus carros. Elio de Angelis foi o vencedor
 
 
     A única vitória de um piloto da Fórmula 1 que não liderou nenhuma volta aconteceu na temporada de 1985, no GP de San Marino, vencido por Elio de Angelis. O piloto italiano só venceu 2 vezes, e esta foi sua última vitória na F-1
 
 
     O circuito de Monza, na Itália, é o circuito mais utilizado pela F1 na história. Em 2019 completou 69 GPs disputados e tem três corridas a mais que o circuito de Mônaco.
 
 
     O circuito mais longo da história da Fórmula 1 foi o de Pescara, na Itália, que sediou um único GP na categoria, durante a temporada de 1957. Tinha duas retas imensas, mas também passava pelas ruas da cidade. Extensão era maior que o de Nurburgring
 
 
     As duas últimas vezes em que dois carros com motor Honda subiram ao pódio juntos foram no GP da Austrália 1988 (McLaren e Lotus) e no GP da Alemanha 2019 (Red Bull e Toro Rosso). Entre estes dois momentos se passaram 31 anos e 540 GPs na Fórmula 1
 
 
     O francês Charles Leclerc foi o 100º piloto diferente a fazer uma pole na Fórmula 1. Foi no GP da Áustria de 2019 - e foi também sua primeira pole na categoria.
 
 
     A primeira vitória da equipe Renault - e em seu GP doméstico (França) - aconteceu no ano de 1979, pelas mãos do piloto francês Jean-Pierre Jabouille
 
 
     A equipe Mercedes só deixou de fazer pelo menos uma volta mais rápida na F-1 nas duas primeiras temporadas de retorno à categoria, em 2010 e 2011. E desde 2014 o mínimo de voltas mais rápidas foi de nove vezes.
 
 
     A primeira e última vez que uma Toleman largou da pole foi com o piloto italiano Teo Fabi, no GP da Alemanha de 1985. Mas o carro quebrou na volta 29 daquela corrida.
 
 
     A chegada mais apertada história da Fórmula 1 foi a do GP da Itália em 1971. No dia cinco de setembro daquele ano Peter Colins venceu por míseros 0,01s sobre Ronnie Peterson.
 
 
     Aconteceu uma única vez na história da Fórmula 1: Michael Schumacher venceu o GP da Inglaterra de 1998 sem cruzar a linha de chegada na pista. O Alemão levou um stop-and-go na volta final e venceu cruzando-a pelo pit lane.
 
 
     A primeira pole de Rene Arnoux foi no GP da Áustria de 1979. Nesse GP, disputado em 12 de agosto, o piloto francês conseguiu a primeira das 18 poles que acumulou na Fórmula 1.
 
 
     Na Fórmula 1 o primeiro GP disputado atrás da Cortina de Ferro, foi vencido por Nelson Piquet. O brasileiro foi o vencedor do GP da Hungria de 1986, disputado no dia 10 de agosto daquele ano.
 
 
     A primeira e única vitória da equipe Porsche na Fórmula 1 foi no GP da França de 1962. O piloto era o norte-americano Dan Gurney, o mesmo que conseguiu a única pole para a equipe um mês depois.
 
 
     A primeira e única pole da equipe Porsche na Fórmula 1 foi no GP da Alemanha de 1962. O piloto era o norte-americano Dan Gurney, o mesmo que tinha conseguido a única vitória da equipe um mês antes.
 
 
     A 100ª vitória da Williams - equipe da Fórmula 1 - veio pelas mãos do piloto canadense Jacques Villeneuve. O feito aconteceu no GP da Inglaterra de 1997.
 
 
     O primeiro ponto conquistado pela equipe Manor, após a venda da Marussia, foi no GP da Áustria de 2016, com o décimo lugar obtido por Pascal Wehrlein.
 
 
     Na Fórmula 1, o último GP que teve uma troca de líder na última volta foi o do GP do Canadá de 2011, quando Jenson Button ultrapassou a Sebastian Vettel, no que foi sua décima vitória na categoria..
 
 
     O mais longo dia na F-1 foi em 12/06, na disputa do GP do Canadá de 2011. Após 4h04min39,537s Jenson Button venceu depois de uma ultrapassagem na última volta, sofrer 2 acidentes, ser punido e ter 2h de bandeira vermelha por causa da chuva.
 
 
     A segunda e última vez em que um piloto venceu com duas voltas sobre o segundo colocado na Fórmula 1, foi no GP da Austrália de 1995. Naquela ocasião Damon Hill chegou duas voltas à frente de Olivier Panis.
 
 
     A primeira vez em que um piloto venceu com duas voltas sobre o segundo colocado na Fórmula 1, foi no GP da Espanha de 1969. Naquela ocasião Jackie Stewart chegou duas voltas à frente de Bruce McLaren (90 x 88).
 
 
     O último GP do Brasil disputado no circuito de Jacarepaguá - autódromo destruído há vários anos, no Rio de Janeiro - foi vencido por Nigel Mansell, na temporada de 1989 da Fórmula 1.
 
 
     A primeira corrida de um piloto indonésio na Fórmula 1 foi no GP da Austrália de 2016, quando Rio Haryanto foi à pista pilotando uma Manor (ex Marussia e ex Virgin)
 
 
     A equipe Jordan estreou na Fórmula 1 no GP dos EUA - quando este era disputado nas Ruas de Phoenix - e isso ocorreu na temporada de 1991
 
 
     O último GP disputado em janeiro na Fórmula 1 aconteceu a quatro décadas atrás. Foi o GP da África do Sul disputado como a abertura da temporada do ano de 1982.
 
 
     A primeira vitória de um carro de tração traseira na Fórmula 1 aconteceu no GP da Argentina de 1958. Foi também a primeira vitória de um carro Cooper, guiado por Stirling Moss, na categoria.
 
 
     Juan Manoel Fangio acumulou 29 poles em sua profíqua carreira na Fórmula 1, e a última pole de sua carreira aconteceu no GP da Argentina de 1958.
 
 
     O único piloto mexicano a vencer na Fórmula 1 foi Pedro Rodriguez. Ele venceu os GPs da África do Sul em 1967, e o GP da Bélgica em 1970.
 
 
     A única volta que uma Minardi liderou na Fórmula 1, aconteceu no GP de Portugal de 1989 quando, na volta 40, o piloto italiano Pierluigi Martini se viu à frente de todo o pelotão.
 
 
     Apenas três famílias de pilotos, de gerações diferentes, venceram na Fórmula 1: Graham e Damon Hill, Keke e Nico Rosberg e Gilles e Jacques Villeneuve. Mas apenas os Hill foram, ambos, campeões na categoria.
 
 
     A Fórmula 1 viu apenas onze famílias onde o pai e um filho já correram na categoria: Andretti, Brabham, Fittipaldi, Hill, Magnussen, Nakajima, Piquet, Rosberg, Stuck, Verstappen, Villeneuve e Winkelhock.
 
 
     A primeira vitória nunca se esquece, e quatro equipes da F-1 venceram seu primeiro GP na França: Brabham em 1964; Mercedes em 1954; Porsche em 1962; e Renault em 1979.
 
 
     O Brasil repetiu seu maior jejum de vitórias - 109 - no GP da Inglaterra de 2015 da Fórmula 1. Isso vem desde o GP da Espanha de 2009, em Valência. O período anterior foi entre o GP da Austrália de 1993 e o GP da Alemanha de 2000.
 
 
     Na Fórmula 1, o GP que teve o menor número de carros dando a largada, foi o GP dos EUA de 2004 - quando apenas 6 carros alinharam. Todos os demais abandonaram na volta de apresentação (os que usavam pneus Michelin).
 
 
     A equipe da Fórmula 1 que obteve mais poles consecutivas foi a Williams (24 poles entre 1992 e 1993). A Mercedes vem em 2º lugar com 19, contando com a pole na Áustria em 2015. A McLaren tem 17 (entre 1988 e 1989) e é a terceira.
 
 
     Lewis Hamilton é o primeiro inglês desde James Hunt em 1976 a conseguir fazer a pole para um GP da Áustria da Fórmula 1. Na pista de A1 Ring, desde 1997 sediando o GP da Áustria, Hamilton é apenas o primeiro inglês a largar da pole.
 
 
     A única vitória de um carro de 6 rodas na F-1 foi no GP de Suécia de 1976, quando Jody Scheckter levou sua Tyrrel à vitória no dia 13 de junho de 1976.
 
 
     O campeão mundial, o sul-africano Jody Scheckter, venceu seu primeiro GP na Fórmula 1 em 9 de junho de 1974 na disputa do GP da Suécia. Depois ele venceu outros nove GPs.
 
 
     O GP do Canadá é dos que mais vitórias inéditas aconteceram na Fórmula 1: 1978 com Gilles Villeneuve; 1989 com Thierry Boutsen; 1995 com Jean Alesi; 2007 com Lewis Hamilton; 2008 com Robert Kubica e 2014 com Daniel Ricciardo.
 
 
     O primeiro GP de Mônaco da Fórmula 1, disputado no ano de inauguração da categoria - 1950 - foi vencido por Juan Manuel Fangio, que pilotava um Alfa Romeo. O argentino, anos mais tarde, passou a ser conhecido como El Maestro.
 
 
     A única vitória de Olivier Panis na Fórmula 1 aconteceu enquanto corria pela equipe Ligier no GP de Mônaco de 1996. Curiosidade: nesse GP apenas quatro carros concluíram a prova, isto é: cruzaram a linha de chegada.
 
 
     Em 65 anos de história da Fórmula 1 (completados em 13 de maio de 2015), um total de 21 países tiveram pilotos como vencedores. Nos Top 3 estão: Inglaterra com 240 GPs; Alemanha com 152 vitórias e Brasil com 101 vitórias.
 
 
     Em 13 de maio de 2015 a Fórmula 1 completou 65 anos de grandes-prêmios. Foram 32 campeões mundiais; 105 vencedores diferentes em 921 GPs disputados. No total foram exatos 298.426 km de corridas disputadas.
 
 
     A primeira vitória de Jacques Villeneuve na Fórmula 1 foi na temporada de 1996. Foi no GP da Europa daquele ano que o piloto canadense abriu sua contagem de vitórias na categoria, que chegou às suas 11 vitórias no ano seguinte, em 1997.
 
 
     A primeira dobradinha da Mercedes, na era moderna da F-1, foi no GP da Malásia de 2014, na terceira temporada do retorno da equipe à categoria, quando Lewis Hamilton venceu e Nico Rosberg chegou em segundo.
 
 
     A equipe de Fórmula 1 com mais corridas consecutivas nos pontos é a Mercedes, que alcançou a marca de 41 GPs. Anteriormente a melhor marca era da Williams, com 21 GPs, e a Red Bull, com 20 GPs.
 
 
     O primeiro grande hiato de vitórias de brasileiros, na Fórmula 1, ocorreu entre 1975 (no GP da Inglaterra) e 1980 (no GP de Long Beach). Foram cinco anos sem nenhuma vitória de qualquer piloto brasileiro na categoria.
 
 
     O último pódio de Emerson Fittipaldi foi no GP de Long Beach de 1980. Ele largou da última posição do grid, e chegou em terceiro lugar, alcançando a marca dos 35 pódios em sua carreira na Fórmula 1.
 
 
     A primeira vitória de Nelson Piquet foi no GP de Long Beach de 1980. No dia 30 de março daquele ano Piquet, que se sagraria depois tri-campeão, levou tudo, isto é: fez um Grand Chelem: foi pole, liderou todas as voltas, e a volta mais rápida
 
 
     O recorde de vitória de um piloto na Fórmula 1, largando de um péssimo grid, está desde 1983 nas mãos de John Watson. No GP dos EUA Oeste, daquele ano, Watson largou da 22ª colocação do grid. Ele subiu 21 posições durante a prova.
 
 
     Marcus Ericsson foi o primeiro piloto sueco a pontuar num GP da Fórmula 1 desde o ano de 1989, quando seu compatriota Stefan Johansson pontuou. Ericsson levou 3 pontos no GP da Austrália de 2015.
 
 
     O piloto espanhol Carlos Sainz Jr pontuou pela primeira vez na Fórmula 1 em seu GP de estreia na categoria. Foi no GP da Austrália de 2015, quando Sainz Jr terminou a prova na nona colocação.
 
 
     Os primeiros pontos de Felipe Nasr na Fórmula 1 aconteceram no GP da Austrália de 2015, exatamente na estreia do piloto brasileiro na categoria, correndo pela equipe Sauber, quando foi o 5º colocado.
 
 
     O GP da Itália de 1971 foi a prova da Fórmula 1 com a menor diferença entre o vencedor e o segundo colocado. Naquele GP Peter Gethin (BRM) chegou míseros 0,01s à frente de Ronnie Peterson (March).
 
 
     A primeira vitória de um motor Turbo, na história da Fórmula 1, foi de Jean-Pierre Jabouille, quando o piloto francês venceu o GP da França de 1979, pilotando um Renault RS10.
 
 
     A vitória mais folgada da história da Fórmula 1 aconteceu no GP da Espanha de 1969, quando Jackie Stewart cruzou a linha de chegada com DUAS voltas de vantagem sobre o segundo colocado, Bruce McLaren.
 
 
     A primeira vitória de Keke Rosberg na Fórmula 1 foi em 1982, no GP da Suíça. O piloto finlandês, que venceu outras quatro provas e foi campeão na categoria naquele mesmo ano, é o pai de Nico Rosberg, nascido em Wiesbaden na Alemanha..
 
 
     A equipe Sauber, da Fórmula 1, marcou seu pior ano em 18 temporadas na categoria, em 2014 quando além de não ter conseguido nenhuma vitória, pole ou melhor volta, pela primeira vez não conseguiu marcar nenhum ponto.
 
 
     Na Fórmula 1 apenas um único piloto foi campeão correndo por sua própria equipe. Foi o australiano Jack Brabham, correndo pela equipe que levava seu nome - a Brabham Racing - em 1966.
 
 
     A primeira vitória da Mercedes na Fórmula 1 foi em agosto de 1954. Naquele GP Juan Manuel Fangio venceu o GP da França.
 
 
     A primeira vitória de Alan Jones pela Williams, na Fórmula 1, foi no GP da Alemanha de 1979, que foi disputado no mês de julho daquele ano.
 
 
     A primeira vitória da era McLaren MP4 e Ron Dennis na Fórmula 1 foi no GP da Inglaterra de 1981, quando John Watson foi vitorioso.
 
 
     A 100ª vitória da Williams na Fórmula 1, aconteceu no GP da Inglaterra de 1997, quando o carro pilotado por Jacques Villeneuve venceu a prova. A outra Williams, pilotada por Heinz-Harald Frentzen, foi a penúltima colocada.
 
 
     O primeiro e único piloto colombiano a vencer provas na Fórmula 1 foi Juan Pablo Montoya, que acumulou sete vitórias em suas seis temporadas na categoria (foram 95 GPs entre 2001 e 2006)
 
 
     A última dobradinha da McLaren aconteceu no GP do Canadá de 2010, quando seus pilotos, Lewis Hamilton e Jenson Button, chegaram nas duas primeiras posições da prova, válida pela Fórmula 1.
 
 
     A última dobradinha da Ferrari aconteceu no GP da Alemanha de 2010, quando seus pilotos, Fernando Alonso e Felipe Massa, chegaram nas duas primeiras posições da prova, válida pela Fórmula 1.
 
 
     A última dobradinha da Mercedes - na época antiga da F-1 - aconteceu no GP da Itália de 1955, quando seus pilotos, Juan Manuel Fangio e Piero Taruffi, chegaram nas duas primeiras posições da prova, válida pela Fórmula 1.
 
 
     A última corrida da Hispania foi o GP do Brasil de 2012. Em 3 anos de atividade a equipe espanhola disputou 57 GPs, e o melhor resultado da equipe foi um 13º lugar. Nunca pontuou na Fórmula 1.
 
 
     A última temporada com motor Cosworth na F-1 foi a de 2013. O motor que estreou em 1967, participou de 681 GPs, tendo vencido 176 vezes, saído da pole 140 vezes, e feito as melhores voltas 161 vezes. Foi campeã por em 13 vezes.
 
 
     O último piloto a vencer com um motor V8 foi Sebastian Vettel, que venceu o GP do Brasil em 24 de novembro de 2013. A partir da temporada 2014 da Fórmula 1, a era será dos motores V6 Turbo.
 
 
     O último GP com motores V8 impulsionando os carros da Fórmula 1 foi o do Brasil de 2013. A partir da temporada 2014 passaram a ser utilizados os motores do tipo V6 Turbos.
 
 
     O alemão Sebastian Vettel se tornou o mais jovem tetracampeão de todos os tempos na Fórmula 1, ao vencer o GP da India de 2013. Ele tinha, naquele dia 27 de outubro, 26 anos, 3 meses e 24 dias de vida.
 
 
     O piloto a acumular mais pontos na história da Fórmula 1 foi o espanhol Fernando Alonso, que no GP do Japão de 2013 alcançou a marca de 1571 pontos, superando o recorde anterior que era de Michael Schumacher (1566 pontos).
 
 
     A equipe Sauber, que corre na Fórmula 1 desde 1993, nunca tinha feito uma volta mais rápida até a temporada de 2012, quando Kamui Kobayashi marcou a primeira da equipe, no GP da China.
 
 
     Desde que a Red Bull passou a usar motores Renault, em 2008, ela só não fez voltas mais rápidas nessa temporada inicial. Nas demais, até 2012, ela sempre conseguiu tal feito. No mínimo 6 vezes a cada ano fez a volta mais rápida.
 
 
     A única vez que um filho de vencedor no GP de Mônaco também venceu a famosa prova, foi em 2013, quando Nico Rosberg repetiu o feito que seu pai (Keke), tinha conseguido 30 anos atrás (1983).
 
 
     A última vitória de um carro com pneus Michelin, na Fórmula 1, aconteceu no GP do Japão na temporada de 2006 - com o piloto Fernando Alonso.
 
 
     A última vitória de um carro com pneus Goodyear, na Fórmula 1, aconteceu no GP da Itália na temporada de 1998 - com o piloto Michael Schumacher.
 
 
     A última vitória de um carro com pneus Bridgstone, na Fórmula 1, aconteceu no GP de Abu Dhabi na temporada de 2010 - com o piloto Sebastian Vettel.
 
 
     O único brasileiro a vencer um GP no ano de estréia - e um dos poucos da história da Fórmula 1 - foi Emerson Fittipaldi. Foi no GP dos EUA, disputado no circuito de Watkins Glen, que foi seu quarto GP de 1970.
 
 
     O primeiro venezuelano a vencer na Fórmula 1 - e por enquanto o único - foi o piloto Pastor Maldonado, que venceu o GP da Espanha de 2012, com uma Williams.
 
 
     Desde 1995 que a equipe Ferrari não deixava de conseguir pelo menos uma volta mais rápida durante a temporada, como aconteceu na temporada de 2012 da F1.
 
 
     O piloto da Ferrari que mais GPs ficou sem subir ao pódio - desde os anos 80 - foi o brasileiro Felipe Massa. Ele não subiu ao pódio por 36 GPs consecutivos (do Brasil em 2010 até Cingapura em 2012)
 
 
     A última vêz que um italiano foi campeão na Fórmula 1 foi na temporada de 1953, quando o piloto Alberto Ascari se sagrou bicampeão.
 
 
     A única vez que um neo-zelandês foi campeão na Fórmula 1 foi em 1967, com o piloto Denny Hulme.
 
 
     A última vêz que um brasileiro foi campeão na Fórmula 1 foi na temporada de 1991, quando o piloto Ayrton Senna se sagrou tricampeão.
 
 
     A primeira vez que um austríaco foi campeão na F1 foi em 1970, com Jochen Rindt, declarado campeão póstumo. Niki Lauda foi o outro campeão austríaco, que venceu em 1975, 77 e 84.
 
 
     A única vez que um canadense foi campeão na Fórmula 1 foi em 1997, com o piloto Jacques Villeneuve.
 
 
     A primeira vez que um italiano foi campeão na Fórmula 1 foi em 1950, com Nino Farina. Alberto Ascari foi o outro campeão italiano, em 1952 e 1953.
 
 
     A única vez que um sul-africano foi campeão na Fórmula 1 foi em 1979, com o piloto Jody Scheckter.
 
 
     O tricampeão mais jovem da F1 foi o alemão Sebastian Vettel quando chegou em sexto no GP do Brasil de 2012. Naquele domingo ele tinha 25 anos, 3 meses e 25 dias de idade.
 
 
     A primeira vez que um americano foi campeão na Fórmula 1 foi em 1961, com Phil Hill. Mario Andretti foi o outro campeão americano, em 1978.
 
 
     A primeira vez que um australiano foi campeão na F-1 foi em 1959, com Jack Brabham. Brabham foi campeão também em 1960 e 1966. Alan Jones foi o outro campeão australiano, em 1980.
 
 
     A única pista em que foram disputados pelo menos 3 GPs da Fórmula 1, desde 1991, e na qual o multi-campeão Michael Schumacher nunca pontuou, é a de Cingapura. Lá um 13º lugar, em 2010, foi o seu melhor resultado.
 
 
     O recorde de maior número de vencedores diferentes num início de campeonato é o da temporada 2012 da F1, quando sete pilotos venceram as sete primeiras etapas: Button, Alonso, Rosberg, Vettel, Maldonado, Webber e Hamilton.
 
 
     A primeira vitória de um piloto alemão, na F1, correndo num carro alemão, foi no GP da China de 2012, quando Nico Rosberg venceu correndo com um Mercedes. Esta foi também a primeira vitória de Nico na categoria.
 
 
     Depois da alteração na pontuação da F1, em 2010, o piloto a obter mais pontos numa única temporada foi Sebastian Vettel, que em 2011 e 2013 bateu os recordes anteriores. Em 2011 alcançou 392 pontos, e em 2013 chegou a 397 pontos acumulados.
 
 
     Quando foi aberta a temporada de 2012, com o GP da Austrália, a Fórmula 1 acabou disputando seu 860º GP - em sua história, ao longo de 62 anos ininterruptos de corridas no nível máximo do automobilismo mundial.
 
 
     O campeão da Fórmula 1 com o maior número de poles foi o alemão Sebastian Vettel na temporada de 2011, quando ele obteve 15 poles - um índice de 78,9% de aproveitamento no total das 19 corridas disputadas.
 
 
     O piloto mais jovem a conquistar um bicampeonato na história da Fórmula 1 foi o alemão Sebastian Vettel em 2011, quando chegou em terceiro no GP do Japão. Naquele domingo ele tinha 24 anos, 3 meses e 6 dias.
 
 
     O piloto da Fórmula 1 que mais GPs disputou até conseguir vencer pela primeira vez foi o australiano Mark Alan Webber, que disputou 131 GPs até sua vitória no GP da Europa em 2009.
 
 
     O piloto de Fórmula 1 com mais GPs disputados sem nenhum pódio foi o italiano Pierluigi Martini. Ele disputou 124 GPs e jamais conseguiu subir ao pódio na categoria.
 
 
     O piloto de Fórmula 1 com mais GPs disputados sem nenhuma vitória foi o italiano Andrea de Cesaris. Ele disputou 213 GPs e jamais venceu na categoria.
 
 
     O piloto que mais GPs disputou na Formula 1 sem nunca ter marcado um único ponto, foi o italiano Luca Badoer que disputou 57 GPs em sua carreira na categoria.
 
 
     O piloto mais jovem a conquistar um campeonato na F-1 foi o alemão Sebastian Vettel em 2010, quando tinha 23 anos, 4 meses e 11 dias e venceu o GP de Abu Dhabi, desbancando Lewis Hamilton, que detinha a marca.
 
 
     O último piloto com mais de 43 anos numa prova na F-1 foi o alemão Michael Schumacher, que tinha 43 anos, 10 meses e 22 dias de idade, quando correu o GP do Brasil em 2012, superando Nigel Mansell.
 
 
     O piloto com o maior número de GPs disputados na F-1 foi o brasileiro Rubens Barrichello, que em 2010 completou 300 GPs na Bélgica - em 29 de agosto - e que completou 326 GPs ao final de 2011.
 
 
     O último piloto com mais de 41 anos a disputar uma prova na F-1 tinha sido o inglês Nigel Mansell, que tinha 41 anos, 9 meses e 6 dias, no GP da Espanha em 1995.
 
 
     O piloto mais velho a disputar uma prova, na história da Fórmula 1, foi Louis Chiron, que tinha 55 anos, 9 meses e 19 dias de idade, quando correu o GP de Monaco de 1955.
 
 
     Apenas Niki Lauda, Alain Prost e Nigel Mansell venceram provas na Formula 1 após retornarem à correr na categoria, depois de um tempo afastados das pistas.
 
 
     O piloto mais jovem a disputar um GP da F-1 foi o espanhol Jaime Alguersuari, que estreou na F-1 no GP da Hungria em 2009, quando tinha apenas 19 anos, 4 meses e 3 dias
 
 
     O piloto com o maior número de pontos acumulado na F-1 foi Michael Schumacher com 1566 pontos - desde 1991 até 2006 e depois entre 2010 e 2012, quando parou definitivamente de correr
 
 
     O brasileiro a vencer mais GPs na Fórmula 1 foi Ayrton Senna. Ele venceu 41 GPs - durante 9 temporadas consecutivas (de 1985 à 1993) em que competiu na categoria.
 
 
     O piloto a vencer mais GPs na F-1 foi Michael Schumacher. Ele venceu 91 GPs - durante 15 temporadas consecutivas (de 1992 à 2006).
 
 
     Rubens Barrichello foi o piloto a obter a 100ª vitória brasileira em provas da Fórmula 1 - foi em Valência em 2009
 
 
     O piloto Ayrton Senna foi o último brasileiro a vencer o Campeonato de Pilotos da Fórmula 1 - foi na temporada de 1991
 
 
     Emerson Fittipaldi foi o primeiro piloto brasileiro a vencer o Campeonato de Pilotos na Fórmula 1 - foi na temporada de 1972
 
 
     A última vez que houve um GP sem reabastecimento foi no GP da Austrália de 1993, no circuito de Adelaide. No século seguinte, em 2010 a FIA retomou essa regra.
 
 
     O piloto com mais vitórias mas sem nenhum título foi o inglês Stirling Moss que de 1955 até 1961 venceu 16 GPs. Ele obteve quatro vice-campeonatos consecutivos (1955/58) e por três vezes seguidas a terceira colocação (1959/61).
 
 
     O piloto mais jovem a ser campeão na F-1, depois de 2000 e antes de 2010, foi Lewis Hamilton em 2008, quando tinha 23 anos, 9 meses e 25 dias, desbancando Fernando Alonso em 2005, quando tinha 24 anos 1 mês e 26 dias.
 
 
     O único piloto a quebrar o recorde de vitórias numa temporada por três vezes, é Michael Schumacher. O recorde de 9 vitórias em 1995, foi quebrado em 2002, quando venceu 11 vezes. E novamente quebrado em 2004, com 13 vitórias.
 
 
     Ayrton Senna venceu Schumacher, em confrontos diretos, por um placar de 9 x 4. Na temporada de 1991 foi de 1 x 0, na de 92 foi de 3 x 1 e na de 93 foi de 5 x 1. Só perdeu para o alemão em 1994 (2 x 0)
 
 
     Michael Schumacher venceu o confronto direto com Ayrton Senna apenas em quatro ocasiões. Ele venceu Senna no GP da Bélgica (1992), GP de Portugal (1993), GP do Brasil e GP do Japão (1994).
 
 
     Ayrton Senna venceu o confronto direto com Michael Schumacher em nove ocasiões. Ele venceu pela primeira vez no GP da Bélgica (1991), depois venceu no GP de Mônaco, Hungria e Itália (92), GP do Brasil, Europa, Mônaco, Japão e Austrália (93).
 
 
     O piloto com o maior número de pódios conquistados na F-1 é Michael Schumacher. Foram 155 pódios. Seu índice de aproveitamento é de 50,5% dos 307 GPs (61,8% dos 249 GPs antes da 1ª aposentadoria)
 
 
     O piloto a subir ao maior número de pódios numa única temporada (17 pódios) foi o alemão Michael Schumacher, que em 2002 foi ao pódio em todas as 17 etapas. Foram 11 vitórias, 5 segundos e 1 terceiro
 
 
     O piloto a obter a maior pontuação numa única temporada (148 pontos) foi o alemão Michael Schumacher, que em 2004 pontuou em todas as etapas. Foram 13 vitórias e 2 segundos lugares.
 
 
     O piloto a obter a maior sequência de GPs pontuados (foram 24) foi o alemão Michael Schumacher, começando no GP da Hungria de 2001, e só encerrada no GP da Malásia de 2003.
 
 
     O mais jovem piloto a vencer uma corrida de F-1, antes de 2005, foi o piloto espanhol Fernando Alonso, ao vencer o GP da Hungria, na temporada de 2003, quando tinha apenas 22 anos e 26 dias de idade.
 
 
     O primeiro piloto espanhol a vencer uma corrida, na história da F-1, foi o piloto Fernando Alonso, ao vencer o GP da Hungria de 2003, e isso quando tinha apenas 22 anos e 26 dias de idade.
 
 
     O italiano Teo Fabi é o único piloto que obteve a pole, mas jamais liderou uma prova. Nas três ocasiões em que obteve a pole, pelas equipes Toleman e Benetton, o piloto perdeu a liderança ainda na primeira volta.
 
 
     A última corrida disputada pela equipe Brabham foi o GP da Hungria, na temporada de 1992.
 
 
     A corrida mais curta de todos os tempos foi o GP da Austrália, em 1991 disputado no circuito de Adelaide, devido a uma chuva torrencial, e após vários de acidentes. O total de voltas válidas foi de 14.
 
 
     Alain Prost tornou-se, na história da Fórmula 1, o primeiro piloto francês a vencer o Campeonato de Pilotos - isso aconteceu na temporada de 1985.
 
 
     A primeira corrida totalmente disputada com carros turbinados aconteceu no GP da Áustria, na temporada de 1984, no circuito de Osterreichring.
 
 
     A primeira vitória de Nelson Piquet, piloto brasileiro, na Fórmula 1, foi no GP de Long Beach, na temporada de 1980.
 
 
     A última corrida do piloto James Hunt foi no GP de Mônaco, na temporada de 1979. James Hunt era britânico, e foi campeão em 1976.
 
 
     A 176ª e última corrida de Graham Hill foi o GP do Brasil de 1975. O piloto inglês morreria no final desse ano,na queda de um monomotor que ele mesmo pilotava.
 
 
     A primeira vez que o Pace Car foi utilizado foi no GP do Canadá, na temporada 1973.
 
 
     A última vitória de um carro com pneus Firestone, na Fórmula 1, aconteceu no GP dos EUA na temporada de 1972 - quando Emerson Fittipaldi ganhou seu primeiro campeonato mundial na F-1.
 
 
     A primeira pole da equipe Renault foi conquistada pelo espanhol Fernando Alonso, nos treinos para o GP da Malásia de 2003. A equipe também fez a dobradinha, conquistando a 2ª posição do grid.
 
 
     O piloto mais jovem a fazer uma pole na Fórmula 1 foi o espanhol Fernando Alonso - com a idade de 21 anos e 7 meses - nos treinos oficiais para o GP da Malásia de 2003.
 
 
     A equipe que fez mais pódios em sequência foi a Ferrari. Foram 53 corridas com pelo menos um carro no pódio, numa sequência iniciada no GP da Malásia de 1999 até o GP do Japão de 2002.
 
 
     O piloto com a maior seqüência de pódios é o alemão Michael Schumacher. Foram 21 pódios consecutivos iniciados no GP dos EUA de 2001 e que só terminou no GP do Japão de 2002.
 
 
     O piloto com o maior número de pódios em sua carreira na F-1, antes de 2000, foi o francês Alain Prost. Foram 106 pódios. Seu índice de aproveitamento foi de 53% (de 200 GPs disputados)
 
 
     O piloto brasileiro que disputou o maior número de GPs antes de conseguir a primeira vitória na Fórmula 1 foi Rubens Barrichello. Ele disputou um total de 124 GPs antes de obter tal feito.
 
 
     A única pole conquistada com um tempo inferior a 1 minuto - na Fórmula 1 - foi conseguida por Niki Lauda, no GP da França de 1974, em Dijon-Prenois - apenas 58,79 segundos
 
 
     O piloto que mais Km percorreu em GPs na F-1 foi o italiano Ricardo Patrese. No total de seus 256 GPs disputados nas temporadas de 1977 à 1993, ele completou 52.129 Km.
 
 
     O piloto mais jovem a conquistar um título mundial, antes de 2000 na Fórmula 1, foi o brasileiro Emerson Fittipaldi. Ele venceu a temporada de 1972, quando tinha apenas 25 anos e nove meses.
 
 
     O piloto mais velho a conquistar um título mundial na Fórmula 1 foi o piloto argentino Juan Manuel Fangio. Ele tinha 46 anos na época, e acumulou cinco títulos em sua carreira, onde correu em apenas 51 GPs.
 
 
     O mais jovem piloto a conquistar de uma pole na F-1 foi o brasileiro Rubens Barrichelo. Aos 22 anos e três meses ele fez a pole para o GP da Bélgica, em 1994. O recorde durou nove anos, até que Alonso o superou em 2003
 
 
     Em toda a história do mundial de Fórmula 1 apenas dois pilotos conseguiram o privilégio de conquistar mais que 60 poles, foram o brasileiro Ayrton Senna, com 65 e o alemão Michael Schumacher, com suas incríveis 69 poles.
 
 
     A última vez em que o campeão e o vice eram do mesmo país aconteceu em 1964, com os pilotos ingleses John Surtees e Graham Hill se tornarndo campeão e vice-campeão. Aliás o terceiro colocado, Jim Clark, também era inglês.
 
 
     A primeira vez em que o campeão e o vice eram do mesmo país aconteceu em 1952, com os italianos Alberto Ascari e Giuseppe Farina. Aliás o terceiro colocado também era italiano: Piero Taruffi.
 
 
     Stirling Moss é considerado o melhor piloto inglês de todos os tempos e o melhor piloto não-campeão da história da Fórmula 1. De 1955 até 1961 ele se classificou sempre em segundo e terceiro lugares consecutivamente.
 
 
     A maior velocidade média já alcançada por um carro na história da Fórmula 1, foi do brasileiro Rubens Barrichello, nos treinos para o GP de Monza de 2004. A velocidade alcançada foi de 260,395 km/h.
 
 
     A maior velocidade em classificação na F-1, que permaneceu mais tempo sem ser batida, foi de 258,983 km/h, com o finlandês Keke Rosberg (Williams-Honda), em Silverstone, no GP britânico de 1985. Ela permaneceu até 2002.
 
 
     O primeiro piloto de F-1 a correr numa pista com seu nome foi o canadense Gilles Villeneuve, após a sua morte. Depois ocorreu com José Carlos Pace, em Interlagos e com os irmãos Pedro e Ricardo Rodriguez, na Cidade do México.
 
 
     O campeão com a melhor média de vitórias em sua carreira na Fórmula 1 foi Alberto Ascari em 1952 - ele obteve seis vitórias, numa temporada de apenas oito corridas - um índice de aproveitamento de 75%.
 
 
     O campeão da Fórmula 1 com a melhor média de poles foi o inglês Nigel Mansell na temporada de 1992, quando obteve 14 poles no total das 16 corridas daquela temporada - um índice de 87,5% de aproveitamento.
 
 
     Alain Prost, em 1988, conquistou 7 vitórias e 7 segundos lugares, e "conseguiu" não ser campeão. Pela pontuação atual seriam 112 pontos. Mas ele teve que tirar três segundos lugares e assim o campeão foi o piloto brasileiro Ayrton Senna.
 
 
     Juan Manuel Fangio foi campeão em todas as quatro equipes em que correu na Fórmula 1: Alfa Romeo, Mercedes, Ferrari e Maserati.
 
 
     Denny Hulme em 1967 e Niki Lauda em 1984 foram os únicos campeões da história da Fórmula 1 sem nenhuma pole position.
 
 
     A menor diferença entre um campeão e um vice na história da Fórmula 1 foi em 1984 - naquele ano Niki Lauda venceu Alain Prost por uma diferença de apenas meio ponto.
 
 
     Jochen Rindt é o único campeão póstumo da F-1. Ele morreu na curva Parabólica de Monza, em 05/09/1970, mas só foi campeão no dia 04/10, quando Emerson Fittipaldi garantiu o título, com sua primeira vitória na F-1, no GP dos EUA
 
 
     O alemão Wolfgang von Trips (1961) e o sueco Ronnie Peterson (1978) são os únicos vice-campeões póstumos da história da Fórmula 1.
 
 
     A Europa é o Continente que tem mais campeões mundiais na Fórmula 1 – 21. Em comparação as Américas tem 7 campeões, a Oceania tem 3 e a África apenas 1. Até o final da temporada de 2013 a Ásia era o único contine que ainda não tinha nenhum campeão.
 
 
     Em toda a história da Fórmula 1 apenas 2 pilotos tiveram o privilégio de conquistar todos seus 3 maiores recordes (campeonatos, vitórias e poles) - o italiano Alberto Ascari e o argentino Juan Manuel Fangio.
 
 
     Em duas temporadas da F-1, 1964 e 1988, o vice fez mais pontos do que o campeão. Em 64 Graham Hill fez 41 pontos mas descartou 2 e John Surtees ganhou com 40. Em 88 Alain Prost fez 105 pontos, ficou com 87 e Ayrton Senna fez 94 e ficou com 90.
 
 
     Os recordistas de pole positions foram Fangio de 1950 a 1952, Ascari em 1953, novamente Fangio de 1954 a 1967, Clark de 1967 a 1989, e Ayrton Senna desde 1989.
 
 
     Os únicos campeões com apenas uma vitória numa temporada da Fórmula 1, foram os pilotos Mike Hawthorn, na temporada de 1958 e Keke Rosberg, na temporada de 1982.
 
 
     Das 64 temporadas de F-1 até 2012 em apenas 4 o campeão e o vice eram patrícios. Alberto Ascari e Giuseppe Farina em 1952. Juan-Manuel Fangio e Froilan Gonzalez em 54. Mike Hawthorn e Stirling Moss em 58 e John Surtees e Graham Hill em 64.
 
 
     Alberto Ascari venceu 9 GPs consecutivos, os 6 últimos de 1952 e os 3 primeiros de 1953, na Fórmula 1. Na mesma época venceu a 500 Milhas de Indianápolis, que ficou na F-1 de 1950 a 1960
 
 
     Até 2012 um total de 32 pilotos diferentes já foram campeões na F-1, sendo 10 britânicos, 3 brasileiros, 3 finlandêses. Itália, Austrália, Austria e EUA com 2 pilotos cada, e outras 6 nacionalidades com 1.
 
 
     O Brasil é o único país com dois tricampeões de Fórmula 1 e com três pilotos com mais de um título mundial - Nelson Piquet (3), Ayrton Senna (3) e Emerson Fittipaldi (2)
 
 
     O campeão com a melhor média de vitórias é o piloto italiano Alberto Ascari em 1952 - ele acumulou seis vitórias numa temporada de oito corridas - isto significou que venceu 75% das provas daquele ano
 
 
     O campeão com a melhor média de pontos é Jim Clark em 1963 e 1965. Clark obteve a pontuação máxima pelo regulamento da época (6 vitórias, média de 9 pontos/GP). Pela pontuação atual, seriam 80 pontos, média de 8 pontos/GP.
 
 
     Nelson Piquet, quando largou para disputar o GP do Brasil de 1988, tornou-se o primeiro piloto de Fórmula 1 a correr num autódromo com o seu nome quando ainda estava vivo.
 
 
     Stirling Moss é o único piloto da Fórmula 1 que conseguiu classificar-se entre os 3 primeiros em 7 temporadas consecutivas. De 1955 a 1958 foi vice-campeão e de 1959 a 1961 foi terceiro colocado.
 
 
     O primeiro e o último campeão com motor turbo na Fórmula 1 - em sua primeira era - foram brasileiros: Nelson Piquet em 1983, com motor BMW, e Ayrton Senna em 1988, com Honda.
 
 
     A maior velocidade média numa volta num Grande Prêmio disputado no século XX, foi de 249,835 km/h, conseguida pelo piloto inglês Damon Hill (Williams-Renault) em Monza, no GP da Itália de 1993.
 
 

    »»» Você quer ver as Curiosidades da Fórmula 1? Então clique aqui!
    »»» Você quer ver as Curiosidades da IndyCar? Então clique aqui!
    »»» Você quer ver as Curiosidades das Motos? Então clique aqui!
    »»» Você quer ver as Curiosidades da Nascar? Então clique aqui!
    »»» Você quer ver as Curiosidades do Mundial de Rali? Então clique aqui!
    »»» Você quer ver outras Curiosidades do Automobilismo? Então clique aqui!



© 1997 a 2020 - SUPER SPEEDWAY - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - GRUPO PYPBR.com
Para Colaborações para as CURIOSIDADES: mande um

Calendário das Provas
Veja os calendários das categorias em destaque em nosso site, e não perca nenhum dos eventos das suas categorias preferidas
Os Melhores de Indianapolis
Conheça todos os pódios e poles da famosa prova das 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais famosas de todo o mundo
Agenda de Corridas
A agenda completa desta semana inclui o horário de treinos e corridas. E em que TV cada prova estará passando Ao Vivo
Biografias de Pilotos
Os grandes números e os destaques da carreira de mais de 1,410 pilotos, das maiores categorias dos esportes à motor
Todas as Estatísticas
+35 estatísticas dos Esportes à Motor: F-1, Indy, Nascar, F-3, DTM, Stock, Motos, Rali, F-Truck

• • • • • • • • • •
• Biografias de •
• Pilotos da F-1 •
• • • • • • • • • • • • • •

Biografias de Pilotos
Os grandes números e os destaques da carreira de mais de 1,410 pilotos, das maiores categorias dos esportes à motor
Todas as Estatísticas
+35 estatísticas dos Esportes à Motor: F-1, Indy, Nascar, F-3, DTM, Stock, Motos, Rali, F-Truck
Estatísticas da GP-2
Veja o retrospecto dos pilotos na temporada: as poles, as melhores voltas e classificações nas etapas já disputadas até agora
Todos os Campeões
Veja a relação completa dos campeões das categorias cobertas pelo site no ano, além de todos os campeões desde 2003
Notícias no RSS News
O Super Speedway coloca direto em seu browser ou em seu agregador RSS todas as notícias que publicamos em nosso site
História da SuperBike
Conheça os melhores pilotos da SuperBike de todos os tempos. Veja a lista dos melhores desde 1988
História da Nascar
Veja em História da NASCAR quais foram os melhores pilotos (campeão, vice e 3º) das temporadas desde o ano de 1975
Os Melhores de Indianapolis
Conheça todos os pódios e poles da famosa prova das 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais famosas de todo o mundo
Agenda de Corridas
A agenda completa desta semana inclui o horário de treinos e corridas. E em que TV cada prova estará passando Ao Vivo
Calendário das Provas
Veja os calendários das categorias em destaque em nosso site, e não perca nenhum dos eventos das suas categorias preferidas
Os Melhores de Indianapolis
Conheça todos os pódios e poles da famosa prova das 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais famosas de todo o mundo
Agenda de Corridas
A agenda completa desta semana inclui o horário de treinos e corridas. E em que TV cada prova estará passando Ao Vivo
Biografias de Pilotos
Os grandes números e os destaques da carreira de mais de 1,410 pilotos, das maiores categorias dos esportes à motor
Todas as Estatísticas
+35 estatísticas dos Esportes à Motor: F-1, Indy, Nascar, F-3, DTM, Stock, Motos, Rali, F-Truck
Biografias de Pilotos
Os grandes números e os destaques da carreira de mais de 1,410 pilotos, das maiores categorias dos esportes à motor
Todas as Estatísticas
+35 estatísticas dos Esportes à Motor: F-1, Indy, Nascar, F-3, DTM, Stock, Motos, Rali, F-Truck
Estatísticas da GP-2
Veja o retrospecto dos pilotos na temporada: as poles, as melhores voltas e classificações nas etapas já disputadas até agora
Todos os Campeões
Veja a relação completa dos campeões das categorias cobertas pelo site no ano, além de todos os campeões desde 2003
Notícias no RSS News
O Super Speedway coloca direto em seu browser ou em seu agregador RSS todas as notícias que publicamos em nosso site
História da SuperBike
Conheça os melhores pilotos da SuperBike de todos os tempos. Veja a lista dos melhores desde 1988
História da Nascar
Veja em História da NASCAR quais foram os melhores pilotos (campeão, vice e 3º) das temporadas desde o ano de 1975
Calendário das Provas
Veja os calendários das categorias em destaque em nosso site, e não perca nenhum dos eventos das suas categorias preferidas
Os Melhores de Indianapolis
Conheça todos os pódios e poles da famosa prova das 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais famosas de todo o mundo
Agenda de Corridas
A agenda completa desta semana inclui o horário de treinos e corridas. E em que TV cada prova estará passando Ao Vivo

• • • • • • • • • •
• Biografias de •
• Pilotos da F-1 •
• • • • • • • • • • • • • •

Biografias de Pilotos
Os grandes números e os destaques da carreira de mais de 1,410 pilotos, das maiores categorias dos esportes à motor
Todas as Estatísticas
+35 estatísticas dos Esportes à Motor: F-1, Indy, Nascar, F-3, DTM, Stock, Motos, Rali, F-Truck
Resumo Semanal de Notícias
Releia as notícias que foram destaque nos últimos 7 dias nos esportes à motor. Tudo classificado por categoria
Nascar Sprint Cup
A Nascar tem disputas com muita emoção, ferrenhas e 100% de briga pelas vitórias, a qualquer preço
Todas as Vitórias na IndyCar
Conheça todos os pilotos que já venceram alguma prova na Indy Car, desde a 1ª temporada em 1996, até a atual temporada
Calendário das Provas
Veja os calendários das categorias em destaque em nosso site, e não perca nenhum dos eventos das suas categorias preferidas
Os Melhores de Indianapolis
Conheça todos os pódios e poles da famosa prova das 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais famosas de todo o mundo
Agenda de Corridas
A agenda completa desta semana inclui o horário de treinos e corridas. E em que TV cada prova estará passando Ao Vivo
Calendário das Provas
Veja os calendários das categorias em destaque em nosso site, e não perca nenhum dos eventos das suas categorias preferidas
Os Melhores de Indianapolis
Conheça todos os pódios e poles da famosa prova das 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais famosas de todo o mundo
Agenda de Corridas
A agenda completa desta semana inclui o horário de treinos e corridas. E em que TV cada prova estará passando Ao Vivo
Biografias de Pilotos
Os grandes números e os destaques da carreira de mais de 1,410 pilotos, das maiores categorias dos esportes à motor
Todas as Estatísticas
+35 estatísticas dos Esportes à Motor: F-1, Indy, Nascar, F-3, DTM, Stock, Motos, Rali, F-Truck
Biografias de Pilotos
Os grandes números e os destaques da carreira de mais de 1,410 pilotos, das maiores categorias dos esportes à motor
Todas as Estatísticas
+35 estatísticas dos Esportes à Motor: F-1, Indy, Nascar, F-3, DTM, Stock, Motos, Rali, F-Truck
Estatísticas da GP-2
Veja o retrospecto dos pilotos na temporada: as poles, as melhores voltas e classificações nas etapas já disputadas até agora
Todos os Campeões
Veja a relação completa dos campeões das categorias cobertas pelo site no ano, além de todos os campeões desde 2003
Notícias no RSS News
O Super Speedway coloca direto em seu browser ou em seu agregador RSS todas as notícias que publicamos em nosso site
História da SuperBike
Conheça os melhores pilotos da SuperBike de todos os tempos. Veja a lista dos melhores desde 1988
História da Nascar
Veja em História da NASCAR quais foram os melhores pilotos (campeão, vice e 3º) das temporadas desde o ano de 1975
Calendário das Provas
Veja os calendários das categorias em destaque em nosso site, e não perca nenhum dos eventos das suas categorias preferidas
Os Melhores de Indianapolis
Conheça todos os pódios e poles da famosa prova das 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais famosas de todo o mundo
Agenda de Corridas
A agenda completa desta semana inclui o horário de treinos e corridas. E em que TV cada prova estará passando Ao Vivo
 
        
» Recomendamos também visitar as seções:
• Seções
  As Categorias
  Curiosidades
  Estatísticas
  Mestres da F-1
  Vitórias na F-1
  Galeria de Vitórias

• Pilotos
  Fórmula 1
  IndyCar
  Fórmula 2
  Nascar
Fórmula
  Fórmula 1
  Fórmula E
  IndyCar
  Fórmula 2
  FIA F3
Turismo
  Nascar
  DTM
  Stock Car

Brasileiros no Mundo
Motociclismo
  MotoGP
  SuperBike

Rali
  Mundial WRC
  Rali Dakar
Extras
  Masters of F-3
  GP Macau de F-3
  Corrida dos Campeões
  24 Horas de Le Mans

  Política de Privacidade

                    © 1997-2020 by Panizo                      •     Grupo PYPbr.com